Cotoco
Infanto-Juvenil / 24 de agosto de 2010

Se eu fosse me basear no que tenho lido ou ouvido falar sobre o que as pessoas acham – sem ler, claro – do livro tema dessa resenha de hoje para decidir se o leria ou não, ela certamente não sairia. Mas não, pessoal, o livro não é bobo. Nada de fazer caretas e torcer o nariz. Em suas 392 páginas, Cotoco é simplesmente genial. Na verdade, o nome do livro não é apenas Cotoco, mas Cotoco: o diário perversamente engraçado de um garoto de 13 anos. Perversamente engraçado é a palavra chave. É um humor extremamente aguçado, que te faz sorrir pela franqueza de como o fato é contado. Já me faz vislumbrar um filme com Christopher Mintz-Plasse, Michael Cera, Jonah Hill, Seth Rogen e companhia. Sábado, 22 de janeiro (…) 20h Assisti Uma linda mulher, com a Julia Roberts, na sala comunitária. Ela é realmente perfeita. Fiquei com uma inveja danada do Richard Gere. Depois de me formar, vou sair pelas ruas procurando prostitutas feito a Julia. John “Cotoco” Milton é um personagem extremamente cativante, e junto com seus colegas de internato conhecidos como “Os Oito Loucos” – Cotoco, Rambo, Cachorro Doido, Simon, Rain Man, Lagartixa, Barril e…