O Vendedor de Armas

15 de maio de 2010, por

Resumo

Título:

O Vendedor de Armas (The Gun Seller)

Autor:

Hugh Laurie

Editora:

Planeta

Páginas:

288

Publicação:

2010

ISBN:

9788576654834

Preço:

41,90

Avaliação:

Neste post irei fazer minha resenha do livro O Vendedor de Armas, de Hugh Laurie, lançado no começo do ano aqui no Brasil pela editora Planeta. Mas, antes de qualquer coisa, uma informação se faz necessária: The Gun Seller, a versão original do livro, é de 1996. Ou seja, antes de o ator tornar-se o muldialmente famoso Dr. House. Antes mesmo de sua aparição em sucessos como Stuart Little e O Homem da Máscara de Ferro.

O aviso acima faz-se necessário à medida que é impossível não comparar o personagem da trama com o sagaz Dr. House. O humor aguçado é o ponto forte do livro, que possui um forte viés jamesbondiano e um anti-herói super carismático.

Tudo começa quando Thomas Lang, um ex-militar de elite, recebe uma proposta de 100 mil dólares para matar um empresário americano. Cínico, sarcástico e irônico, mas de forma alguma um assassino profissional. Lang procura descobrir as implicações desta proposta e acaba envolvido numa trama internacional, com muitas mortes, brigas e, é claro, lindas mulheres. O personagem sofre poucas e boas com as reviravoltas do enredo, dessas que você tem que ficar voltando as páginas para saber quem são os heróis e quem são os vilões.

O livro é extremamente gostoso de ler. Laurie brinca o tempo inteiro com chavões literários e interage de forma intensa com o leitor. É curioso observar como uma pessoa pode ter tantos talentos ao mesmo tempo. Ator, diretor, músico e agora escritor – não necessariamente nessa ordem. E quem sabe não adicionemos roteirista num futuro próximo. O ator/escritor/músico/diretor está trabalhando no roteiro para a adaptação cinematográfica do livro, cujos diretos foram vendidos à MGM, mas, assim como seu segundo romance, The Paper Soldier, ainda não saiu do forno.

Se pensarmos no fato de que o Dr. Gregory House possui inúmeras características semelhantes com um dos mais importantes detetives da literatura policial, Sherlock Holmes, me arrisco a dizer que pode ser até que o criador da série, David Shore, tenha lido o livro de Laurie. Estou apenas palpitando, mas, se não leu deu muita sorte, pois a leitura bastava para ter certeza de que Hugh Laurie era o cara certo para o papel.

“Como escritor, Hugh Laurie é brilhante, fascinante, envolvente e cheio de humor.” – New York Times Book Review

3 Comentários

  • Juliana Marton 16 de maio de 2010 às 15:52

    eu já estava louca pra ler esse livro. a crítica foi excelente e… poxa! é o Hugh Laurie. todo fã de House deveria ficar louco para lê-lo. hahaha.

    ótima resenha. ;*

  • Lorran Feital 17 de maio de 2010 às 16:59

    Pois é…
    Como disse a Juliana, é o Hugh Laurie.
    Fãs de House que não estejam loucos para lê-lo são loucos.

  • Nathália Neves 1 de julho de 2010 às 10:19

    Adorei a resenha! Não tinha me interessado muito nesse livro não… Mas depois do que você escreveu, acho que vou colocar na listinha! =)

Deixe aqui a sua opinião!